Grid São Paulo

Automobilismo Regional da Cidade de São Paulo

Quanto custa ser piloto? Categoria Marcas e Pilotos

Publicado por gridsp Em 18/09/2009
Na matéria anterior da série Quanto Custa, o internauta teve noção dos custos de “habilitação” e equipamentos, para se tornar um piloto. Nesse texto, vamos tratar dos custos de se participar de uma etapa ou de todo o campeonato do Paulista de Marcas e Pilotos.

Primeiro, vamos entender o que é e como funciona o Campeonato Paulista de Marcas e Pilotos:
- Em 2009, os carros na pista são VW Gol e GM Corsa, 1.6
- São 10 etapas por ano
- Cada etapa tem duas baterias, de 25 minutos ou 11 voltas cada, que acontecem no domingo
- O treino de classificação que acontece no sábado define as posições de largada da primeira bateria.
- As posições de largada da segunda bateria é dada pela classificação de chegada da primeira, com grid invertido nas seis primeiras posições (o primeiro larga em sexto, o segundo larga em quinto…)
- O regulamento completo pode ser lido aqui.
A forma mais barata (ou menos custosa) de se participar de uma etapa dessa categoria é alugando um carro de uma das equipes homologadas pela FASP. São elas:
Guichaco Racing
Phoenix Competições
R.P.M. Motorsport
Saúva Preparações
Claro que cada equipe tem seu preço por corrida, e obviamente quanto mais se investe, melhor será o equipamento. Para colocar o carro na pista durante todo o final de semana, o piloto (ou seus patrocinadores) precisarão desembolsar:
- Assessoria de pista (aluguel de motor ou revisão de motor e revisão de câmbio) de R$ 3.000,00 a R$ 5.000,00
- Pneu por etapa R$ 400,00 (02 dianteiros toda etapa)
Além desses custos com a equipe, é necessário se inscrever para a etapa: R$ 790,00
Portanto, em carro de ponta, o ano todo sai por quase R$ 62.000,00
Claro que esse custo é calculado considerando que não haverá imprevistos, como uma pancada que envolveria custos de funilaria, ou um motor quebrado por imperícia do piloto…
Importante lembrar: Podem ser inscritos 2 pilotos por carro, um faz a primeira bateria e outro a segunda. Isso faz com que todos os custos possam ser divididos pela metade!
Mas se está achando o esporte caro, saiba que existem muitas empresas que têm essa verba destinada a marketing, e com boa negociação, o amigo leitor pode correr “de graça”, representando uma marca (ou várias). Tudo é questão de negociação de patrocínio.

Deixe um Comentário

Vídeos

Fotos

Publicidade
qr code
 Qr code Advertising

Sobre Mim

Grid São Paulo, Tudo sobre Automobilismo Regional da cidade de São Paulo.

Twitter